terça-feira, 27 de março de 2012

3

O ultimato

 



"....  E foi quando lhe veio a mente uma palavra, que seria o nome de uma canção, que nem se quer possuía um verso, a palavra descrevia o seu momento alguns dias após, parecendo algo premeditado... Seu olhar demonstrava angustia, teus movimentos expressavam fraqueza, observando o céu, e em meio a varias nuvens negras ao anoitecer brilhava apenas uma estrela nem mesmo a lua deu o ar da sua graça, varias palavras lhe viria a mente porém só uma explicava tudo, era o nome da canção de versos vazios, de ideias e pensamentos dispersos e desorganizados, tudo passaria mais lento, já não estaria em consciência sã, tua loucura que acompanhava sua genialidade oculta, parecia uma doença, que apenas o tempo irá curar, tua memoria relembrava frases ditas e escritas antes, relembrava teus erros, enquanto o teu ódio crescia, sentimento sem nome, nem sua imensa força controlava isso, apenas não o deixava sobressai ..."


Galerinha, ainda não comecei, mas tenho em planos criar um conto a partir deste texto meu... Quero que fique claro,  que este texto não tem nada haver com a realidade de alguém, existem coisas que não são 'racionais', coisas que não são logicas, mas faz parte de um texto ou uma história fictícia. 



Proximo Capitulo Lista Completa Capitulo Anterior Home

segunda-feira, 26 de março de 2012

0

A beleza Também é relativa

Então no carro Estavam o Casal no meio da noite... felizes depois de meses de casados, então o marido pergunta a sua mulher:
 Me diga, Porque Você tem que ser tão linda assim?
 Então ela responde: Dizem que Meu sorriso é Lindo, e você é quem me faz sorrir a todo momento.


Jean Bispo

sexta-feira, 23 de março de 2012

0

A tragédia de Hamlet - Ato III, Cena I - William Shakespeare


 

"Ser ou não ser, eis a questão: será mais nobre
Em nosso espírito sofrer pedras e setas
Com que a Fortuna, enfurecida, nos alveja,
Ou insurgir-nos contra um mar de provações
E em luta pôr-lhes fim? Morrer.. dormir: não mais.
Dizer que rematamos com um sono a angústia
E as mil pelejas naturais-herança do homem:
Morrer para dormir... é uma consumação
Que bem merece e desejamos com fervor.
Dormir... Talvez sonhar: eis onde surge o obstáculo:
Pois quando livres do tumulto da existência,
No repouso da morte o sonho que tenhamos
Devem fazer-nos hesitar: eis a suspeita
Que impõe tão longa vida aos nossos infortúnios.
Quem sofreria os relhos e a irrisão do mundo,
O agravo do opressor, a afronta do orgulhoso,
Toda a lancinação do mal-prezado amor,
A insolência oficial, as dilações da lei,
Os doestos que dos nulos têm de suportar
O mérito paciente, quem o sofreria,
Quando alcançasse a mais perfeita quitação
Com a ponta de um punhal? Quem levaria fardos,
Gemendo e suando sob a vida fatigante,
Se o receio de alguma coisa após a morte,
–Essa região desconhecida cujas raias
Jamais viajante algum atravessou de volta –
Não nos pusesse a voar para outros, não sabidos?
O pensamento assim nos acovarda, e assim
É que se cobre a tez normal da decisão
Com o tom pálido e enfermo da melancolia;
E desde que nos prendam tais cogitações,
Empresas de alto escopo e que bem alto planam
Desviam-se de rumo e cessam até mesmo
De se chamar ação. (...)"

William Shakespeare - O cara do romantismo

terça-feira, 6 de março de 2012

2

Frases [2]

Agora mais 5 Frases... hehe'

► "Todos Nos sabemos que super-Heroes não existem, mas do que seria a nossa infância sem eles"


► "O Homem Nasce, Mama, Brinca, come, Cresce, Estuda, Atualiza o Status, ouve Música, cresce mais um pouco, vai a faculdade, trabalha, reproduz, paga as contas, envelhece, trabalha muito mais, se aposenta.... Depois disso todos Morrem, e lá se foram o Nasce, cresce, se reproduz e morre"

► "Não quero que me comparem com ninguém, Pois todos Pensam de forma diferente"

► "William Shakespeare Diz que os Bebês choram ao nascer quando veem este cenário de dementes, e Eu Choro até hoje"

► "e=mc² , Isso ainda vai mudar muita coisa no Mundo"


Jean Bispo