sexta-feira, 28 de novembro de 2014

5

Como badalar seu blog - Apresentação



Oláa pessoas. Hoje vou lhes apresentar esta ideia maravilhosa que tive. Visto que por horas vejo gente desistindo de seus blogs logo no começo, então vai uma dica de alguém que tá quase 5 anos nesta sofrência interminável chamada blogsfera.
A principio serão 4 posts, cada um com um tema específico, e creio que o suficiente para alavancar qualquer blog que esteja começando, mas claro, da forma mais original possível. Os posts serão semanais, assim como este, serão postados toda sexta-feira, e durante todo o mês de dezembro (tive essa sorte de coincidência). E não se preocupe, se perder algum post, haverá um Gadget no seu lado direito com o link para todas as 4 postagens. (Data das postagens: 5/12, 12/12, 19/12, 26/12)

Os temas respectivamente tratados serão:

 - Conteúdo [ 5/12 ]
 - Organização [ 12/12 ]
 - Layout [ 19/12 ]
 - Socializando (socialização) [ 26/12 ]

E bem, antes de mais nada, estarei preparando os materiais carinhosamente para ocês, então peço humildemente a opinião a opinião dos meus maravilhosos leitores, dúvidas, ou qualquer coisa que possa agregar valor ás postagens serão bem aceitas. Siga o blog e acompanhe.

see ya

domingo, 23 de novembro de 2014

11

O café




Era um sábado ensolarado, para ele um dia perfeito pra passear com Hansk, um labrador de 3 anos. O mesmo que havia o acordado bem cedo, com longas e molhadas lambidas.

Já na rua, depois dos preparatórios, Hansk era bem quieto, parecia aproveitar os cenários urbanos, diferente dos antigos cães dele, um desses que certo dia quase o joga num bueiro, aberto por causa de umas obras.

Ambos caminharam até que ele parou em um daqueles cafés, estilo europeu: mesas e cadeiras postas ao lado de fora. Momento até que comum nos sábados de ambos, estavam perfeitamente acostumados com os rostos ali. Até que surgiu um senhor de meia idade, já de cabeça branca, que vendo as mesas ocupadas foi em sua direção, e perguntou gentilmente:

 - Bom dia, espera companhia senhor?
 - Não, não, ficaria lisonjeado se nos acompanhasse no café - Respondeu ele.
 - Obrigado, meu nome é Romeu... Ahnn... Quantos anos tem? - Perguntou o idoso.
 - Ah, o Hansk? Tem 3 anos - Respondeu ele acariciando a cabeça do seu cãozinho.
 - Não, haha, imagino que não está acostumado que te perguntem a tua idade. - Respondeu Romeu rindo.
 - Ah, perdão, tenho 26 - Respondeu ele com um leve sorriso.
 - Hum, para você meu Jovem, qual o sentido da vida? - Perguntou o velho.
 - Ah meu caro senhor, vivo por descobrir isso, ora penso que é para ser feliz, ora penso que é para fazer outros felizes, mas nisso até a ciência se perde... Mas e para o senhor? - Respondeu ele.
 - Ah para mim a vida é como atravessar uma faixa de pedestres, nascemos de um lado, e ao longo da vida ás vezes carregamos alguém, ás vezes somos carregados... - Explicou o velho com um ar de sabedoria.
 - Hum, entendi, e o senhor acha que está em que parte da faixa? E o outro lado da faixa seria a morte? - Perguntou ele.
 - Nunca sai do lugar meu jovem, mas assim que morrer atravessarei para ver, talvez grite pra você o que há lá, não tenha esperanças, meu pai me disse a mesma coisa, acho que o lado de lá o entreteu deveras para que possa se lembrar do grito. - Respondeu o velho Romeu.
 - Mas agora eu não entendi. Se o senhor está no mesmo lugar, então nunca carregou ninguém e nunca foi carregado? - Perguntou ele instigado.
 - Hahaha, sabia que perguntaria, carreguei e fui carregado sim, porém ninguém nunca sai do lugar para isso, inclusive estamos carregando um ao outro. Meu jovem, a travessia não é somente a vida, mas também a morte, vê esta xícara de café? De nada te serve lá... Mas certamente o Hansk estará com você, você o carregará. De que adianta vir aqui e todo os dias tomar o café mais caro, se não vivermos os mais puros e singelos sentimentos? Esta nossa vida foi feita para morte, não somos imortais, carregue o que te valerá apena...

Para ele, depois daquele sábado, tomar café nunca mais foi a mesma coisa.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

1

Filme: Interestrelar (2014)

Olá galera, primeiramente peço desculpas pelo meu infeliz sumiço, que até fui xingado de forma bastante carinhosa por isso (hahaha). Mas minha vida anda uma sequencia de tragicidades, começado as férias que mais desejei em minha vida, vivo no dilema de sair da minha fossa pessoal e privada, e de não fazer barulho nas minhas agitadas madrugadas de leitura e de assalto a geladeira. Mas a vida segue, quase tendo crise de nervos por não conseguir escrever algo, as coisas pioraram, perdi um papel com 2 poemas meus, material suficiente para 1 semana. Mas bem, tenho esperanças de encontrá-los e de que eu consiga voltar a escrever constantemente, para quem  não sabia, sou que nem uma lua de orbita irregular, sou de fases, mas nunca se sabe quanto tempo vai durar minha lua nova... Ai vai minha primeira crítica de sétima arte, espero que esteja boa, e consegui não soltar spoilers, espero que curtam.



Sinopse

Após ver a Terra consumindo boa parte de suas reservas naturais, um grupo de astronautas recebe a missão de verificar possíveis planetas para receberem a população mundial, possibilitando a continuação da espécie. Cooper é chamado para liderar o grupo e aceita a missão sabendo que pode nunca mais ver os filhos. Ao lado de Brand, Jenkins e Doyle, ele seguirá em busca de uma nova casa. Com o passar dos anos, sua filha Murph investirá numa própria jornada para também tentar salvar a população do planeta.

Resumo (OMELETE/UOL)

A trama de Interestelar envolve viagens no tempo e realidades alternativas, com um grupo de exploradores que percorrem um "buraco-de-minhoca" no espaço e termina em uma realidade alternativa. O roteiro Interestelar de Jonathan Nolan  (irmão e parceiro do diretor em Amnésia, nos dois últimos filmes de Batman e em O Grande Truque) é baseado nas teorias científicas desenvolvidas por Kip Thorne, físico do Instituto de Tecnologia da Califórnia especialista em Teoria da Relatividade.
Originalmente Steven Spielberg considerava dirigir Interestelar, mas passou o projeto para Nolan, que produz Interestelar ao lado de Linda Obst. A produção do sci-fi tem base na Paramount e na Warner Bros, que dividem os direitos de distribuição do longa. A estreia de Interestelar acontece em formato IMAX e em cinemas tradicionais.




Crítica - Jean Bispo

Bem, eu não sabia completamente nada do filme até meu pai me chamar pra ir no cinema e me mostrar o trailer do filme, e eu como amante de ficção não hesitei e aprovei o programa de uma sexta-feira a tarde.
Talvez não seja um dos mais espetaculares filmes do ano, ou que você verá, mas para começo, o filme vale apena o ingresso.Com um teor de inspirações nas teorias "conspiradocionistas" malthusianas nos roteiros, o fazendeiro, ex-piloto da NASA e engenheiro, Cooper interpretado singularmente por Matthew McConaughey vive um dilema junto com milhares se humanos habitantes da terra: A falta de alimentos, tendo como mentor desta catástrofe uma série de pragas que simplesmente transformava tudo em poeira. Guiado por forças ocultas que sua filha Murph (Mackenzie Foy/Jessica Chastain), chegou a um laboratório secreto e meio-clandestino da NASA, onde uma proposta de mudar o futuro da humanidade é dada como missão ao protagonista. Talvez o lado "espacial" do filme pudesse ser aquela coisa comum de cinema, mas com sua genialidade Nolan trouxe inovações não tão novas assim, usou técnicas antigas de filmagem, evitando o uso de croma-key, e reduzindo o uso de efeitos especiais pós filmagem, o que permitiu uma captura de emoções dos atores, tornando as cenas mais realistas.
Bem diferente de Gravidade (2013) onde havia fortes emoções como uma montanha-russa, o lado filosófico é mais influente que o sentimental, talvez nos fazendo refletir nas nossas ações diárias contra o nosso planeta mãe.
Um filme cheio de surpresas, com belas atuações, incluindo que parar mim é a miss Hollywood, Anne Hathaway, e que talvez o filme que mudou a minha vida, Interestrelar, criticado por um suposto lado "político" e efeitos especiais pouco chocantes, porém nada que abale um roteiro espetacular, capaz de tornar um emaranhado de teorias cientificas, em algo simples e bastante compreensível. Filme que recomendo e até voltaria ao cinema para assistir.