domingo, 23 de novembro de 2014

11

O café




Era um sábado ensolarado, para ele um dia perfeito pra passear com Hansk, um labrador de 3 anos. O mesmo que havia o acordado bem cedo, com longas e molhadas lambidas.

Já na rua, depois dos preparatórios, Hansk era bem quieto, parecia aproveitar os cenários urbanos, diferente dos antigos cães dele, um desses que certo dia quase o joga num bueiro, aberto por causa de umas obras.

Ambos caminharam até que ele parou em um daqueles cafés, estilo europeu: mesas e cadeiras postas ao lado de fora. Momento até que comum nos sábados de ambos, estavam perfeitamente acostumados com os rostos ali. Até que surgiu um senhor de meia idade, já de cabeça branca, que vendo as mesas ocupadas foi em sua direção, e perguntou gentilmente:

 - Bom dia, espera companhia senhor?
 - Não, não, ficaria lisonjeado se nos acompanhasse no café - Respondeu ele.
 - Obrigado, meu nome é Romeu... Ahnn... Quantos anos tem? - Perguntou o idoso.
 - Ah, o Hansk? Tem 3 anos - Respondeu ele acariciando a cabeça do seu cãozinho.
 - Não, haha, imagino que não está acostumado que te perguntem a tua idade. - Respondeu Romeu rindo.
 - Ah, perdão, tenho 26 - Respondeu ele com um leve sorriso.
 - Hum, para você meu Jovem, qual o sentido da vida? - Perguntou o velho.
 - Ah meu caro senhor, vivo por descobrir isso, ora penso que é para ser feliz, ora penso que é para fazer outros felizes, mas nisso até a ciência se perde... Mas e para o senhor? - Respondeu ele.
 - Ah para mim a vida é como atravessar uma faixa de pedestres, nascemos de um lado, e ao longo da vida ás vezes carregamos alguém, ás vezes somos carregados... - Explicou o velho com um ar de sabedoria.
 - Hum, entendi, e o senhor acha que está em que parte da faixa? E o outro lado da faixa seria a morte? - Perguntou ele.
 - Nunca sai do lugar meu jovem, mas assim que morrer atravessarei para ver, talvez grite pra você o que há lá, não tenha esperanças, meu pai me disse a mesma coisa, acho que o lado de lá o entreteu deveras para que possa se lembrar do grito. - Respondeu o velho Romeu.
 - Mas agora eu não entendi. Se o senhor está no mesmo lugar, então nunca carregou ninguém e nunca foi carregado? - Perguntou ele instigado.
 - Hahaha, sabia que perguntaria, carreguei e fui carregado sim, porém ninguém nunca sai do lugar para isso, inclusive estamos carregando um ao outro. Meu jovem, a travessia não é somente a vida, mas também a morte, vê esta xícara de café? De nada te serve lá... Mas certamente o Hansk estará com você, você o carregará. De que adianta vir aqui e todo os dias tomar o café mais caro, se não vivermos os mais puros e singelos sentimentos? Esta nossa vida foi feita para morte, não somos imortais, carregue o que te valerá apena...

Para ele, depois daquele sábado, tomar café nunca mais foi a mesma coisa.

11 comentários:

  1. Excelente blog, parabéns e sucesso ! beijos :DD
    Já sou fã,beijos.
    http://beatrizconceicao2018.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Carambaa, escrever muito bom. - prazer conhecer o seu espaço, estarei sempre por aqui.

    ResponderExcluir
  3. Que escrita linda. Parabéns! Se começou pelo café, então começou bem rs Café é vida!! :p

    dentrodabolh.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Belíssimo texto. Gostei muito da forma que escreve. Fiquei muito feliz de ter conhecido seu trabalho, sempre que possível voltarei por aqui. Parabéns.

    Iuri Rodrigues | LiteraCult
    literacult.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Adorei!! Você escreve muito bem!!
    Beijos e fique com Deus!
    Batom de Framboesa

    ResponderExcluir
  6. Muito bom esse post, parabéns pela criatividade.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Adorei o seu blog e já estou a seguir :)

    beijos,
    Daniela RC
    http://ddocesonhadora.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  8. Olá Jean!
    Nossa que saudade do seu blog! Como fiquei um tempo sem o pc, não deu para visitar seu blog!
    Quanta coisa nova! hahaha Adorei o post!
    Beijão!
    http://destroyeddreams42.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Putz que texto perfeitoo amei!

    estilodesobrababy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Jean, primeiramente quero agradecer pelos seus comentários em meu blog.
    Ja visitei seu blog várias vezes,e consequentemente li diversos posts seu. Entretanto, não retribui os comentários pois, mesmo adorando blogs literários, eu não sei muito bem o que falar sobre eles. Sempre penso que estou falando besteira sobre determinado post, por não ter entendido o que o blogger quis expressar. Por isso, me contento em apenas aprecia-los. Como venho feito com o seu.
    Contudo, parei para pensar e concluir que você merecia saber que adorei seu blog.
    E em relação a este post, digo que amei a forma que você nos conduz a repensar sobre o significado da vida.
    Parabéns!!!

    Abraços
    http://psicotendencia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir