domingo, 22 de abril de 2012

2

O Ultimato - A Van Preta | #04

Acordei no dia seguinte achando tudo aquilo fora do normal, minhas pernas doíam, dos quilômetros com barreiras que havia feito no dia anterior, me arrumei como sempre e fui ao colégio, mas desta vez eu estava em pânico, parecia que tinha a síndrome da perseguição, Olhava para todos os lados, estava atordoado, me senti seguro somente ao chegar no colégio e ver o Bruno, e novamente o contei sobre o sonho, mas desta vez ele concordou que estava acontecendo algo muito estranho comigo, e os sonhos estariam relacionados aos homens que me perseguiram...
-A gente tem saber o que está acontecendo, e o que eles querem contigo.
-Coisa boa não deve ser, eles estavam armados.
-O problema todo é esse, não tem como saber disso perguntando logo a eles.
-É cara, eles Voltarão... - Disse, mais desanimado que antes
Ficamos Silêncio por alguns instantes tentando ter uma ideia surpreendente que salvaria minha pele, e das pessoas que fossem perseguidas após a mim... O tempo foi se passando, os 30 minutos de intervalo do colégio, o tempo parecia ser eterno diante aquele silêncio duvidoso... Voltamos para sala de aula, passei o resto da manhã ainda pensado em como resolver aquela situação, pude perceber que o Breno também estava preocupado comigo, ele parecia aflito também....
As aulas acabaram, foi então que fiquei mais apreensivo ainda, Tive uma ideia mas isso envolvia o Breno:
-Cara tem como chamar seu pai, para buscar a gente?
-Ele está de serviço agora... Vou ligar para ele.
Enquanto o Breno ligava para o Pai, eu hesitei em olhar o lado de fora do colégio para ver se não havia ninguém, que pudesse me oferecer perigo. Da maneira que eu estava até o porteiro do colégio era perigo, exceto por uma garota que me chamava, parei por alguns instantes e finalmente lembrei de onde a tinha visto antes.... Era a garota loira de meu sonho, ela usava uma camisa preta do Iron Maiden, uma calça Jeans Escura, usava um all star convencional, não tinha muitos adereços no corpo, tinha um perfume suave e doce, aparentava ter a mesma idade que a minha.... Uma combinação perfeita para eu me apaixonar, ficar louco e deixar 'os caras' me pegarem. Me aproximei dela, e Falei:
-Quem é você?
-Venha rápido não há tempo. - Disse ela praticamente sussurrando.
-Mas tenho que chamar o Breno!
-Não há tempo! - Falou me puxando pelo braço, da mesma forma que no primeiro sonho, entramos numa van preta, já imaginava que seria sequestrada por uma garota de minha idade... Ao entrar na van me surpreendi pelo que havia ali dentro, vários equipamentos de rastreamento, vários computadores de ultima geração, era muita tecnologia para um espaço tão pequeno, havia dois homens lá dentro, usavam fones de ouvidos enormes e pareciam estar conectados vai radio com outras pessoas fora dali... A garota logo me pediu para sentar em um banco que havia no meio da van, percebi que iria começar um interrogatório, e me perguntei: "Desde quando a FBI atua no Brasil e usa Pessoas Menores de Idade?" Logo ela começou a falar...
-Fred, você deve estar muito confuso com tudo que está acontecendo com você nos últimos dias...
-Confuso? Eu quase morro! Quem são vocês? Como sabem meu nome?
-Calma, estamos aqui para te ajudar, nós somos a ASNT, Agencia Secreta de Nano-Tecnologia, Temos permissões para saber todas as informações de qualquer cidadão quando for preciso. Mas voltando ao seu caso, aqueles homens estavam atrás de você por que você possuí algo extremamente perigoso se cair nas mãos erradas... Você se lembra de um Notebook que comprou mês passado?
-Sim, Lembro. - Respondi meio nervoso ainda.
-Se você perceber ele possui um leve defeito... É impossível alterar as horas, mesmo que se retire a bateria dele, aquele Notebook, foi feito com nano-tecnologia, era para ser entregue a nossa Agência, mas acabou parando no lugar errado... Tem um porém, como você foi o primeiro a utilizar, ele apenas reconhecera suas digitais, então nos devolver o computador não é o suficiente, você precisa nos ajudar...
-Mas como? Eu um alvo vulnerável!
-Calma, isso a gente cuida, você será treinado... E seu amigo também - Ela falava enquanto um dos homens trazia o Breno...
-Mas Quem são aqueles Homens? Para quem Vocês trabalham?
-Você Topa ou não?
-Se For para evitar uma catástrofe eu aceito...
-Jonh? Disse ela virando para a cabine do motorista.
-Oi!
-Nos Leve ao CCG
-Vocês terão uma Conversinha com o Chefe!

*CCG - Central de Comando Geral


Proximo Capitulo Lista Completa Capitulo Anterior Home
0

Sujeira no Senado - Militantes

Curtam esse Punk rock Legalzim, é uma das minhas bandas preferidas.... Além de que faz uma critica aos políticos.... Militantes Neles.... PS.: Eu sei tocar essa música, se alguém quiser um show ao vivo entra em contato comigo (Risos)


Podem ver outro vídeo de uma banda cover Chamada Rocklets 777, Como a Banda não tem um vídeo próprio fiquem com esse....

 

sexta-feira, 20 de abril de 2012

1

O Ultimato - Eu sou a Caça | #03


Então Galerinha, lá Vai mais um capitulo da Serie O Ultimato, Leiam também, o Conto da ilustre Gabi Linus (Panico Psicótico) que é sensacional.... - CAP1 - CAP2 - CAP3 - CAP4 - CAP5 - CAP6

Então tá leiam isso, espero que gostem, em breve o Capitulo 4
Comentem, Digam o que acham, coloquem suas opiniões, aceito criticas também....
__________________________________________________

Acordei de manhã cedo, para ir ao colégio cansado por acordar no meio da noite, tudo estava em seus respectivos lugares como normalmente são, fui até o colégio, Passei a maior parte do tempo com o Breno, e contei a ele sobre o sonho.
- Cara, isso ás vezes é só um mero sonho, acontece... - disse ele tentando explicar
Neste dia tudo ocorria bem até a hora de voltar para casa.... Sai pelo portão do colégio e avistei 3 homens vestidos de preto, com uma roupa parecida com a do homem desconhecido do sonho, pude perceber que estavam me observando, meu pânico aumentara naquele momento, sai rapidamente com o Breno, mesmo assim eles ainda nos seguia a uma distancia considerável, passava muita coisa a minha mente naquele momento, mas queria apenas chegar em casa bem, então comecei a correr, o Breno não entendia nada mas corria também, meu medo aumentava cada vez mais, os homens tinham entrado no carro, e vinham em nossa direção então disse ao Breno:
- Cara Entra naquela rua, agente se vê na praça....
- E se eles te seguirem?
- Eu correrei o máximo que puder, e se acontecer busque ajuda!
Nos Dispersamos, por incrível que pareça eles realmente vieram atrás de mim,  Adentrei em dispara a uma avenida, havia vários carros, um engarrafamento horrível, uma multidão caminhava no lugar, pude ver que houve um acidente, a tensão aumentava, percebi que os homens estavam armados, minhas pernas já doíam de tanto correr, para minha sorte um carro de polícia passava a uns 100 metros de mim, não tive outra ideia a não ser esta, e que deu certo, os homens voltaram, e gritaram algo em uma língua estrangeira, mais parecia russo, então pude perceber que estava Salvo. Ao chegar próximo a viatura, percebi que era o Breno com seu pai, que era policial, então o perguntei:
- Como soube que eu iria vir por aqui?
- Acredita em Telepatia?
- Não, e você sabe disso?  
- Então, eu vi você vindo por aqui... Eu sabia que eles iriam atrás de você, liguei para meu pai, e corri pela outra rua que é mais perto...
- Hey cara, estou aqui eu morto de susto e você ainda vem com suas piadas...
- Relaxa ai, Vamos para casa, Você precisa recuperar a melanina de sua pele, está branco.... 
Voltei para casa, ainda assustado com o que aconteceu e curioso para saber quem era aqueles caras, resolvi não contar nada para minha mãe desta vez, ela poderia ficar estarrecida com aquilo e me ligaria no dia seguinte a cada 10 minutos.
Tentei esquecer aquilo que aconteceu, mas naquela noite tive mais um sonho....


" Era noite mais uma vez, eu estava em uma rua mal iluminada, ao lado da mesma garota de antes, andávamos apressados e eu perguntei a ela:
- Por que correr tão de pressa assim?
- Eles voltarão atrás de nós, e temos um lugar para ir....
- Onde temos que ir?
- Fique tranquilo que já já você vai descobrir....
- Deixa de mistérios Garota e me conte logo...
- Ha Ha, com você é só rindo, do que adianta você saber agora ou depois, se você morre daqui a pouco isso não vai importar, é só algo inútil e idiota... - disse ela num tom meio que agressivo
-  Mas eu preciso saber onde eu vou...
- Sim, mas eles não... Corra!
Neste momento dois homens armados corriam atrás da gente, percebi que sacaram suas pistolas, E falaram em algum tipo de radio:
- Eles estão indo em sua direção.. Pega eles!
Então inteligentemente, puxei minha acompanhante de sonhos pelo braço e corri pela outra rua, avistamos uma avenida a nossa frente, meu coração já estava na boca de tanto correr. A garota esticou o braço, e rapidamente parou um táxi, entramos feito loucos... o taxista nos Perguntou:
- Aonde os jovens desejam ir?
- Avenida Rosenberg, 1358 - Disse a Garota ainda frenética
- Avenida Rosenberg? Não é onde fica deposito abandonado onde mataram o Prefeito da cidade? - Perguntei, assustado.
- Sim, é para lá que vamos! "

Proximo Capitulo Lista Completa Capitulo Anterior Home

segunda-feira, 16 de abril de 2012

0

Minha Vida, Mediocridade e outros

Veios, Na boa... as coisas não estão boas... Estou atualmente vivendo uma vida de louco, muita coisa para fazer em metade do dia (a outra eu passo dormindo, para mim é necessário) Colégio, Projeto, Edu. Física, Aula de Violão, coisas simples que ocupam um tempo terrível logo após que alguns professores resolvem passar certos trabalhos simples que se deve pesquisar no Wikipedia e não escrever nada (compreende?), Acordo no Domingo ás 7hrs da manhã e só vou dormir depois das 0hrs (Sofro Insonia quando crio ou penso muito durante o dia), até ai me conformo um pouco, a vida é assim, vale a pena o esforço, mas o pior é que no dia seguinte sempre tem um infeliz, que acha que sabe mais que todo mundo, e que acha que as pessoas não tem nada o que fazer... Veii Na Boaaa.... Dá Vontade de Falar certas coisas da vida a essas pessoas, normalmente teria raiva dessa pessoa, mas falando de Teoria da Evolução, na qual acredito somente na evolução mental do ser humano, Eu não fico ai perdendo minha paciência com pessoas que não tem nada em seus cérebros, a não ser neurônios em mais quantidades que os meus (Em alguns anos Estarão dizimados, Cálculos matemáticos são responsáveis pela morte de milhares delas, que diga Albert Einstein ) que raramente funcionam... Ai os Seres Pensadores me Perguntam: " Jean Como você faz para manter sua paciência? " Eu literalmente dou risada... Eu não aguento ver tanta idiotice intencional em massa... Ai me falam " AAhh você rir da Miséria dos outros..." Aham... como se não estivessem rindo de mim como se fosse um panaca, ao dizer certas coisas que eles não compreendem... por exemplo... certo dia eu disse na sala de aula "O Brasil não é um País", prontooo! o povo queria me esculachar eternamente... (Agora vocês, que inteligentemente chegaram a este blog façam a interpretação desta frase e comente ali em baixo) Gente, depois dessa eu fico em um silêncio eterno, as pessoas dizem que eu não sei o que falo, Possa ser que ás vezes falo irracionalmente (Somente quando quero brincar ou algo do tipo, mas raramente falo coisas insanas por ai ), mas coisas como esta eu falei em minha sã consciência e repeti a todos naquele momento... Naquele dia eu poderia ter ficado meio fulo, mas hoje.... uasash nem lhes digo senhores e senhoras, estou rindo escrevendo isto.... Hoje em dia Sou criticado por que ouço Rock... haha "Rock é do Diabo" aham... ta vendo aquela cadeira? Então! Senta lá Claudia!, Sim podem usar o reggae, o MPB, até a Música clássica para adorar o Diabo... Sim, Isso não me impede de ouvir o meu Rock, desde que eu saiba o que estou ouvindo... Mesmo sendo Cristão, isto até onde eu saiba não é pecado... Com o tempo eu fui aprendendo a selecionar o utilizo o que ouço... mas sabe de uma? Morra Com seu Pagode, com Seu funk Medíocre... Continue Ouvindo... Só não do meu lado que nem fez um certo dia, uma senhora de idade, que ainda vinha mancando por problemas de saúdes mesmo, a velha já não tinha uma aparência saudável ainda vinha fumar... e do meu lado... isso sim, me deixa injuriado... Cadê a lei? não é proibido? (Acho que é né) Só espero que um dia eu não seja preso por não votar, por desacato a constituição federal (aquele conjunto de palavras, que é um lixo chamadas de leis), mesmo assim, continuarei estudando, buscando o conhecimento... e o dinheiro somente para Sub-existir nesta nação (ou local onde está a maior concentração de alienados na Terra) que por mim não existiria....




"Choramos ao nascer porque chegamos a este imenso cenário de dementes." William Shakespeare
Muitos se tornam um deles, outros continuam chorando até a morte, por estar entre eles....




Jean Bispo... Capithe Manolos?

sexta-feira, 6 de abril de 2012

2

O Ultimato - O Sonho | #02




O Sonho Capitulo 02

Já era por volta das duas horas da manhã e eu tive um sonho, meio que fora do normal....
Estava em uma floresta,  já era noite, eu estava deitado na grama, ao lado de uma bela garota, percebi que estava sem meus óculos, já que via tudo a minha distância embaçado, havia uma fogueira a minha frente, era lua cheia, as estrelas brilhavam em harmonia. E foi quando a garota, que tinha sedosos cabelos loiros além dos brilhantes olhos azuis me perguntou:
-        Você pegou o 'chip'?
-        O 'Chip'? - respondi tentando lembrar.
E Foi quando ouvi um barulho de pessoas gritando:
-        Eles estão Ali!
-        Vamos Cerca-los.
Percebi que fui puxado pelo braço pela garota, íamos em disparada, pela floresta, havia muita neblina no local, olhei em volta e reparei luzes de lanternas, e falei a garota:
-        Estão nos seguindo
-        Venha por Aqui - disse ela, me puxando novamente.
Então avistei um barco na margem de um rio, Corríamos em direção a ele, neste momento um homem vestido a disfarce de preto, lançou uma granada a nossa frente, saltamos em direção a agua, pude ouvir a explosão, mas logo após outra granada foi lançada, desta vez no rio, explodindo próximo a mim... Acordei atordoado com o susto irreal, suava frio, ainda esta escuro, olhei o relógio  que marcava 2:43, me virei e voltei a dormir. 
Proximo Capitulo Lista Completa Capitulo Anterior Home
0

O Ultimato - Eu, Fred Breter | #01

Eu, Fred Breter Capitulo 01


Meu nome é Fred Breter, tenho 15 anos, moro na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais, curso o Iº ano do ensino médio, não tenho muitos amigos, mas em especial um que sempre está comigo, é o Breno Guerrier, passo a maior parte do tempo falando sobre computadores, tecnologia, 'nerdices' em comum, no colégio me denominaram CDF, além de nerd, mesmo assim não sou alvo de piadas constantes, sou portador da loucura racional temporal (uma das coisas que costumo dizer e inventar) , Relacionado por mim a puberdade ou adolescência, mas é algo comum para quem percebe, tenho miopia, algo que não me incomoda muito quando estou usando óculos, vivia normalmente como qualquer outro garoto, sem muitos problemas com meus pais ( tirando a parte que acham que sou viciado em Tecnologias ), mas foi depois de um sonho que minha vida mudou completamente.



Proximo Capitulo Lista Completa Capitulo Anterior Home